Idosos desaparecidos: como funciona o trabalho do detetive particular?

Idosos desaparecidos: como funciona o trabalho do detetive particular?

O principal facilitador da atuação do investigador particular é o próprio contratante. Sendo assim, é fundamental que o familiar ofereça ao detetive o maior número de informações possíveis para agilizar o processo, tais como:

– Descrição física do idoso (se é canhoto ou destro, se tem uma cicatriz visível ou marca de nascença, entre outros detalhes)

– Descrição da vestimenta do idoso;

– Fotos atualizadas;

– Nome completo e idade;

– Lista das pessoas com as quais o idoso mantém contato (amigos ou conhecidos);

– Última vez que a pessoa desaparecida foi vista;

– Locais que o idoso perdido costumava frequentar;

– Registros financeiros;

– Presença de alguma doença possa comprometer a saúde mental do idoso;

– Número do celular do idoso, caso o tenha.

Com base nessas informações o detetive particular dá início à procura de idosos desaparecidos. O profissional utiliza uma série de recursos tecnológicos para estabelecer um trajeto que o idoso possa ter seguido.

Alguns deles são o monitoramento de cartões e celulares que estejam em posse do desaparecido, utilização de aplicativos para rastreio do indivíduo perdido, entrevistas com as últimas pessoas que viram o idoso e a checagem de vídeos de segurança.

O detetive particular também faz uma varredura nos hospitais da região, bem como na Secretaria de Segurança Pública da cidade que aconteceu o incidente, para ampliar ainda mais a busca e acelerar a resolução da investigação.

No decorrer desse processo o investigador particular encontra informações valiosas para localizar pessoas idosas desaparecidas. O período de investigação pode variar dependo do grau de complexidade do caso.

Por que contratar o detetive particular para encontrar idosos perdidos?

De acordo com um estudo realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2017 foram registrados mais de 82 mil desaparecimentos. A Polícia Civil, por sua vez, deve investigar todos esses casos simultaneamente, fazendo com que a espera seja consideravelmente maior.

Por outro lado, ao contratar um detetive particular para localizar idosos desaparecidos é possível contar com um serviço de investigação personalizado. Afinal, o investigador estará inteiramente dedicado ao caso contratado pelo cliente, dedicando seu tempo e recursos para a localização do idoso perdido.

Por isso, o trabalho do detetive particular é muito vantajoso para garantir que os idosos desaparecidos não corram o risco de encontrar alguém de má-fé ou tenham de viver na rua por não saber como voltar para casa. Caso queira contratar um investigador de qualidade, entre em contato conosco.

 

Fonte: Detetive Daniele