10 dicas de detetives particulares para identificar um funcionário desonesto

10 dicas de detetives particulares para identificar um funcionário desonesto

Um dos grandes inimigos dos donos de empresas não é a concorrência, mas sim os funcionários desonestos que, quando conseguem atuar sem serem descobertos, causam danos gravíssimos e até fatais para o futuro do negócio em que atuam.

Existem algumas atitudes que podem ser tomadas para identificação. Vamos descobrir quais são elas? Vamos lá.

1 – Não comente com ninguém que você suspeita da existência de um funcionário desonesto na empresa. Uma atitude dessas pode fazer com que o tal funcionário mude de tática e você não conseguirá identificá-lo.

2 – Só acuse quando tiver plena certeza. No caso de uma acusação injusta e infundada, você pode ser processado por injúria e difamação.

3 – Procure descobrir quais são os dias e turnos em que ocorrem mudanças nos valores do caixa. Isso pode ajudar a identificar o funcionário desonesto.

4 – Se você conseguiu identificar o funcionário desonesto, é hora de montar a armadilha para capturá-lo. Câmeras de vigilância escondidas são uma arma eficiente para a produção de provas.

5 – Contrate alguém para fazer o monitoramento em tempo real. Isso é importante porque ocorrendo uma irregularidade, é possível capturar o funcionário imediatamente.

6 – Para gerar provas contra o funcionário desonesto, você poderá copiar o número de série das notas. Caso suspeite do desfalque de algum valor, é possível identificar o roubo pelo número de cédulas.

7 – Se conseguiu identificar o funcionário desonesto no momento do roubo, é importante confrontá-lo imediatamente. Mas é preciso cautela, pois ele pode estar armado e gerar vítimas. Chame a vigilância ou a polícia ou, ainda, esteja acompanhado de outra pessoa da sua confiança.

8 – É importante também contratar um Detetive particular, caso você tenha descoberto um funcionário desonesto ou se existe apenas uma suspeita em relação a isso. Este profissional fará um levantamento completo sobre o suspeito, como pesquisas cadastrais, possíveis acusações na Justiça, checagem de empregos anteriores, etc.

9 – Este funcionário também pode estar fornecendo informações particulares da empresa para a concorrência. Contrate um Detetive para fazer uma Auditoria Investigativa.

10 – Um Detetive Particular também pode se disfarçar de funcionário para monitorar determinada situação ou funcionário e, com isso, provar os atos lesivos à sua empresa.

 

Fonte: DENAIP