Como é a Investigação de Cuidadores?

Como é a Investigação de Cuidadores?

A profissão de cuidador de idosos está crescendo a cada dia, afinal de contas, a população brasileira está envelhecendo e as pessoas estão vivendo mais. Você, provavelmente, deve ter alguém ou conhece alguém que precisa de cuidados, ou precisa contratar alguém para prestar esses cuidados, mas como saber se o profissional é confiável? Contratar uma investigação de cuidadores pode ser a melhor opção.

Vemos, constantemente, notícias de agressões a idosos e esse número, infelizmente, vem crescendo: o Disque 100 — o número de denúncia para esses casos — teve um aumento de 13%, sendo que a grande maioria dessas agressões aconteceram dentro da residência. Para proteger aqueles que você ama, um serviço de investigação de cuidadores é um ótimo investimento.

Como é a investigação de cuidadores?

É claro que ter referências, analisar um currículo e fazer a entrevista são pontos fundamentais na hora de escolher um cuidadoso. Mas apenas isso não é o bastante para saber se alguém é de fato confiável. Para isso, é necessário que haja um processo investigativo mais detalhista e contratar profissionais, como um detetive particular, para isso é o ideal.

Eles conseguem analisar os hábitos daquela pessoa que, externamente, parece ser alguém altamente confiável. Investigam como é a relação dela com outras pessoas, conversam com os empregadores anteriores, analisam na polícia se existe algum processo em aberto, ou se já ocorreu algum, e assim por diante.

Também analisam as redes sociais do candidato e olham postagens antigas ou comentários que possam dar alguma pista de confiabilidade.

Até que ponto um detetive particular pode averiguar a vida de um cuidador de idoso?

Essas conversas com os antigos empregadores ou uma pesquisa sobre os registros policiais da pessoa (se houver) são realizadas de maneira legal e sem invadir a privacidade.

O detetive também pode fazer o monitoramento dessa pessoa, seguindo-a para descobrir como é a rotina ou se é envolvida com algo ilegal.

Depois que o cuidador é contratado, é possível instalar câmeras e escutas pela casa e ao primeiro sinal de que algo errado esteja acontecendo, os responsáveis pelo idoso ou acamado podem entrar em contato com a polícia.

Além do mais, por meio de áudios, fotos e vídeos é possível comprovar a veracidade dos fatos e fazer uma denúncia.

Assim, os detetives possuem aparato tecnológico para fazer essa investigação de cuidadores da melhor forma possível sem passar por cima da legislação. Com provas legais em mãos, você pode colocar alguém perigoso atrás das grades e não apenas evitar dor e sofrimento para um ente querido, mas também para várias outras famílias que seriam enganadas.

 

Fonte: Detetive Martins