Algumas coisas que o Detetive Particular deve saber

Algumas coisas que o Detetive Particular deve saber

Contratar um bom Detetive Particular hoje em dia, não é uma da tarefa mais fáceis, já que ainda existem profissionais que não estão atualizados com o mercado competitivo. Então, sempre busque referencias do Detetive Particular que busca contratar.

Conhecer as leis, principalmente a que rege a sua profissão, Lei 13.432/17.

Alguns filmes mostram detetives no exercício da sua profissão, o que não condiz com a realidade brasileira. Não podemos agir contra a lei, mesmo que uma atitude ilícita faça a diferença para solucionar um mistério. É por isso que o detetive particular não invade casas e escritórios, não hackeia senhas de computadores, e-mails e redes sociais e não pode nem pensar em descumprir decisões oficiais, além de muitas outras ações ilegais.

Preparar relatórios

O trabalho do detetive particular exige uma parte burocrática que nem todo mundo gosta de fazer. No entanto, é preciso ter conhecimento de causa para organizar as informações necessárias e detalhadas e precisas.

Perceber quando alguém está mentindo

Castilho diz que descobrir quando alguém está mentindo se baseia em analisar os sinais emitidos pelo corpo deste indivíduo, tarefa que um detetive particular é capaz de fazer, se souber no que deve prestar atenção.

“Quando conversamos, mantemos um padrão. Pode falar rápido, devagar, alto ou baixo, mas sempre em um padrão. Quando a pessoa começa a mentir, este padrão muda”, explicou. De acordo com o perito, o cérebro entra em um processo de criação. “Um exemplo é quando a namorada pergunta ao namorado: ‘você saiu ontem à noite?’ e ele, mesmo entendendo a pergunta, responde: ‘o que?’”. Esta pausa é o tempo que o cérebro encontrou para pensar em uma resposta.

Desviar o olhar, falar com muitas justificativas, mexer mãos e pés de forma frenética, mudar o tom de voz. O corpo sempre é mais fiel à verdade do que a fala. “A fala é criada pelo consciente, mas os sinais do corpo são provocados pelo inconsciente e a pessoa não consegue controlar”.

Desviar o olhar – Quando a pessoa mente, geralmente, tem dificuldade em manter o contato ocular com naturalidade.

Utilizar a tecnologia a favor da investigação

Todo profissional que atua na área deveria estar familiarizado com os equipamentos mais modernos de investigação. Câmeras fotográficas, escutas, rastreadores, drones, e muitos outros aparelhos têm facilitado o trabalho, proporcionado melhor desempenho no trabalho e permitindo respostas mais rápidas para os clientes.

 

Fonte: Detetive Amaral