Contraespionagem: Saiba tudo sobre a técnica

Contraespionagem: Saiba tudo sobre a técnica

A espionagem é um serviço geralmente utilizado para obter evidências acerca de determinada circunstância. A prática é importante na proteção de informações e bens financeiros de qualquer empresa — especialmente em um cenário econômico extremamente competitivo — onde há uma vulnerabilidade no repasse de informações. É nessa vulnerabilidade que surge a necessidade da contraespionagem.

O conceito da contraespionagem é atuar de forma preventiva a fim de descobrir se determinada pessoa ou empresa está sendo investigada e/ou espionada por alguém ou outra organização.

Quando solicitar este tipo de investigação?

Como dito anteriormente, a contraespionagem tem o intuito de evitar uma ameaça no futuro, combater e até mesmo descobrir se existe alguma investigação ou ação de espionagem em uma organização. A investigação também é utilizada para identificar atitudes ilícitas de concorrentes ou de colaboradores acerca de uma determinada empresa — ao mesmo tempo que auxilia na estruturação da empresa.

Como a investigação acontece?

A contraespionagem pode ser realizada de duas maneiras: por meio de monitoramento e infiltração do detetive.

O monitoramento é uma das maneiras mais convencionais de se realizar uma contraespionagem, no qual o detetive utiliza equipamentos de alta tecnologia para monitorar os funcionários da empresa e procurar informações pertinentes ao caso. Alguns desses equipamentos são:

– Câmeras filmadoras e fotográficas

– Escutas telefônicas

– Softwares inteligentes

A infiltração pode acontecer para ajudar a obter mais provas na investigação, ou caso o monitoramento não seja o suficiente. O detetive atua camuflado, como um funcionário da empresa ou até mesmo um cliente. A investigação pode ser realizada na empresa vítima ou naquela que pratica a espionagem.

 

Fonte: Detetives