Contraespionagem

Contraespionagem

A contraespionagem é um tipo de investigação que requer habilidade e o sigilo é mais que fundamental. A contratação de um detetive particular para os serviços de contraespionagem é importante para que o cliente tenha certeza de que não é refém de técnicas de espionagem e possa, então, viver normalmente, sem medo ou receio de estar sendo observado e escutado.

O detetive particular é a pessoa indicada para atuar na contraespionagem. Seu papel é entender o que acontece e quais as desconfianças, para que possa elaborar a estratégia mais assertiva possível. O objetivo é levantar o máximo de informações sobre a empresa, seus colaboradores e concorrentes.

Depois disso, o detetive atuará para descobrir se há técnicas de espionagem aplicadas, como câmeras escondidas ou escutas. É comum, por exemplo, que o detetive particular se infiltre na empresa, se fazendo passar por um colaborador, fornecedor ou cliente, tendo assim acesso a informações confidenciais.

Esse trabalho é minucioso, pois existem diversos equipamentos e dispositivos clandestinos utilizados para a coleta de informações. Eles podem ser acústicos, ultrassônicos, por radiofrequência, óticos e híbridos, em uma escala que vai dos mais simples para os mais sofisticados.

Os acústicos podem ser facilmente rastreados; já os híbridos são equipamentos de alta tecnologia, cuja detecção praticamente obriga o uso de um analisador de espectro veloz e sensível. O detetive particular, ao ser contratado, usará diversos equipamentos para poder identificar escutas e itens similares. São escutas e gravadores dos mais modernos acoplados a canetas, além de aplicativos de celular.

Em alguns casos, pode haver a necessidade do uso de softwares específicos que permitam a varredura detalhada dos sistemas de rede de uma empresa, ou, no caso de desconfianças sobre uma pessoa ou organização.

 

Fonte: Detetive Daniele