Detetive Particular: Dicas para não cair em golpe na internet

Detetive Particular: Dicas para não cair em golpe na internet

Fonte:  https://detetivedaniele.com.br/detetive-particular-dicas-para-nao-cair-em-golpe-na-internet/
Atualmente, são comuns as transações bancárias por aplicativos móveis, compra de produtos pela internet e divulgação de informações pessoais nas redes sociais. Todas essas práticas demandam conhecer as dicas para não cair em golpe na internet.

Quais são os principais golpes na internet?

Existem dezenas de tipos de golpes virtuais que, em geral, focam em causar algum prejuízo financeiro para o usuário — que, por sua vez, pode demorar a descobrir a irregularidade. Em 2019, alguns tipos de golpes usando a internet foram mais comuns e fizeram mais vítimas. Conheça quais são eles:

  • Phishing: entre os golpes virtuais mais comuns está o phishing pelo qual os cibercriminosos utilizam links de redes sociais ou mensageiros como o WhatsApp e, quando o usuário clica, tem seus dados pessoais e financeiros roubados. Destaca-se que foi o golpe mais comum em 2019 e se diferencia por atrair cliques oferecendo brindes e promoções;
  • Compra falsa no Mercado Livre: devem ficar atentos aqueles que vendem e compram pelo Mercado Livre. Nesse golpe virtual, os vendedores recebiam e-mail de confirmação de compra e postavam os produtos para só depois descobrirem que tinham sido enganados por e-mails falsos que imitavam os oficiais;
  • Sextorsão: nesse tipo de golpe, os criminosos afirmam que possuem vídeos e imagens íntimas da vítima coletadas por webcam e câmera de celular e exigem um resgate em bitcoin para não divulgar os materiais;
  • Ransomware: também comuns estão os golpes de ransomware pelos quais os criminosos criptografam arquivos da vítima e cobram um resgate para devolvê-los.

Existem outros golpes virtuais perigosos, principalmente para pessoas que divulgam muitas informações pessoais nas redes sociais ou que não costumam verificar a origem antes de clicar em links.

Descubra 6 dicas para não cair em golpe virtual:

  1. Sempre mantenha seus dispositivos com antivírus atualizado;
  2. Desconfie sempre de links que receber por e-mail, redes sociais ou mensageiros. Em geral, os golpes têm um texto genérico, o que pode ajudar na identificação;
  3. Nunca passe informações pessoais por e-mail, redes sociais ou aplicativos de mensagem. Banco e outras instituições financeiras não solicitam esses dados por tais canais;
  4. Evite publicações pessoais nas redes sociais que permitam que desconhecidos conheçam sua rotina e hábitos. Não divulgue ainda telefone, data de nascimento e outros dados pessoais;
  5. Ao fazer compras online, faça o cadastro na loja e observe se o início da URL é “HTTPS” que indica uma conexão segura;
  6. Verifique as certificações de segurança dos sites de compras antes de fazer as operações.

Todas essas dicas para não cair em golpe na internet contribuem para um uso mais seguro e consciente dos canais digitais. Afinal, não adianta ter medo da tecnologia, mas sim aprender a usá-la corretamente.

Como um detetive particular pode me ajudar nesse momento?

detetive particular é um profissional especializado em, entre outras coisas, lidar com crimes virtuais. Seu trabalho, portanto, inclui descobrir a origem do golpe para auxiliar na resolução do caso.

Além do auxílio do detetive particular, é importante informar essas ocorrências às autoridades e à instituição financeira ou loja envolvida. Isso garante que providencias sejam tomadas por essas empresas para que outros clientes não sejam afetados.

Portanto, fique sempre atento às dicas para não cair em golpe na internet e, caso desconfie de alguma inconsistência nas suas transações online, busque serviços de investigação particular para solucionar a situação.